sábado, 4 de fevereiro de 2012

RUBEN LIMA: "NUNCA ESQUECEREI O AVES"

Rúben Lima jogou no Aves em 2007/2008 e 2008/2009
Fotografia de Miguel Ângelo Pereira

Ruben Lima concedeu uma entrevista ao Espaço Avense, falando da sua actual experiência na Croácia (no Hajduk Split) e da sua passagem pelo Aves. O jovem jogador formado nas escolas do Benfica elogia o nosso Desportivo e não esquece os grandes amigos que fez na sua passagem por Vila das Aves.

Espaço Avense: Como está a ser a adaptação a Split e ao Hajduk?
Ruben Lima: A adaptação em Split foi boa. A cidade tem algumas coisas iguais a Lisboa. A língua do pais e que é um pouco difícil, ainda só consegui aprender o essencial para usar dentro de campo, mas de resto tudo correu bem. Os meus colegas também ajudaram, principalmente um colega de nacionalidade brasileira que já estava há um ano na Croácia e sabe falar a língua croata. A adaptação ao clube (Hajduk) também foi fácil, pelos motivos que referi há pouco sobre os meus colegas, e pelo facto do treinador Balakov falar português, o que me ajudou bastante para saber o que queria de mim dentro de campo. Eu sabia para o que vinha pois já me tinham falado do clube, dos adeptos - que são fanáticos - e a pressão que existe pois lutamos para ser campeões assim como o nosso rival Dínamo Zagreb. A adaptação foi positiva.

EA: Tens jogado com bastante regularidade esta temporada (parabéns por isso!). Por aquilo que sabemos o teu contrato expira em Junho. Prevês continuar no Hajduk? Pensando a longo prazo, queres voltar a Portugal?
RL: Obrigado. Sim tem sido bom para mim poder jogar regularmente. Ainda tenho mais um ano de contracto com o Hajduk, mas quero continuar a dar continuidade aquilo que tenho vindo a fazer, para depois poder pensar em sair. Sobre voltar a Portugal, é uma questão difícil de responder. Claro que gostava de voltar se fosse uma coisa boa para mim, mas como em Portugal é difícil apostar nos portugueses, penso em ficar por fora, pois aqui não ligam se és novo ou não, o que importa é que se tiveres bem jogas, não importa o resto. Isso é uma coisa boa para os jovens.

Ruben chegou ao Aves com apenas 18 anos
Fotografia de Miguel Ângelo Pereira

EA: Falando agora um pouco da tua passagem pelo Aves: antes de te mudares para o Desportivo provavelmente nunca tinhas planeado vir para cá... Podes falar-nos um pouco de como apareceu essa oportunidade?
RL: Sim, não tinha planeado, pois aconteceu tudo muito rápido. Eu ainda era júnior pelo Benfica e tinha mais 6 meses de Júnior por isso pensava que iria continuar na formação, só que tive a oportunidade de ir à equipa principal do Benfica durante algum tempo. Soube depois que o Aves estava interessado em mim e que precisavam de um jogador com as minha características. Os dirigentes e o meu agente falaram comigo e aceitei. Também tinha falado com os meus colegas Romeu e Miguel Vítor sobre o clube e disseram que era um bom clube para mim, então decidi aceitar e até hoje acredito que foi a melhor coisa que fiz.

EA: Guardas boas recordações das duas épocas no Aves?
RL: Guardo óptimas recordações, falo todos os anos aos meus amigos de infância e família que adorei estar lá. Nunca esquecerei o clube. Foi e é muito especial para mim, porque foi lá que comecei a minha carreira profissional... guardo grandes amigos mesmo!

EA: Encontraste alguma coisa no Desportivo que não encontraste nos outros clubes por onde passaste? Por outras palavras, o que há de especial no Aves?
RL: No Aves encontrei um clube que é para mim como uma família, pessoas de 10 estrelas, muito humildes, honestas e sérias, coisa que hoje em dia não há muito. Para mim o que tem de especial é mesmo a forma como tratam os jogadores, que é fantástica. É como família!

EA: Alguma mensagem que queiras deixar aos adeptos do Desportivo?
RL: Quero desejar a sorte toda do mundo para que consigam voltar à 1ª Liga, que bem merecem! Estou sempre a seguir o progresso do Aves por fora. Muita força!

RL: Queria mandar um grande abraço ao meu amigo Rui Faria que me ajudou muito! Força aí amigo. E abraço à Força Avense!

Ruben Lima, aqui frente ao Fátima
Fotografia de Miguel Ângelo Pereira

Nota do Espaço Avense: O Ruben fez questão de agradecer a oportunidade de falar sobre a sua experiência no Desportivo. Obrigado nós, Ruben! Um abraço e felicidades para a tua carreira!


Ligações:
ZEROZERO - Ficha do Jogador

4 comentários:

Claudio disse...

Grande Ruben ... é pena como ele diz em Portugal não é para os portugueses, os estrangeiros é que são bons, enfim ...

Parabéns pela entrevista ao blog e ao Ruben :)

André Silva (Pintas) disse...

Grande jogador... Felicidades Ruben!

Ordepuir disse...

Parabéns ao blogue pelo iniciativa! Mais um fantástico trabalho.

Continuem o óptimo trabalho.

Anónimo disse...

os correctos e os leais não esquecem a Força Avense..... e os outros também não! obrigado e muita sorte