domingo, 29 de dezembro de 2013

AVES - OLIVEIRENSE, 1-0, 23º JORNADA

O Aves despediu-se de 2013 com uma vitória na receção à Oliveirense, por 1-0, agudizando a crise de resultados do lanterna vermelha da II Liga, num encontro da 23.ª jornada.

O golo que fez a diferença no resultado foi apontado por Vasco Rocha, de cabeça, aos 42 minutos, a emendar, na pequena área, um desvio de João Paulo Ribeiro, num jogo em que os locais recorreram a serviços mínimos.

Vasco Rocha foi novamente decisivo

O Aves tem melhor equipa e justificou o triunfo, sobretudo na primeira parte, em que privilegiou as trocas de bola a toda a largura do terreno (embora sem criar muitos lances de perigo), mas baixou a intensidade no segundo tempo e permitiu que a Oliveirense, com Rui Lima a pautar o jogo a partir de zonas mais recuadas, jogasse mais próximo da baliza de Quim.

O experiente guarda-redes salvou a vitória do Aves aos 90 minutos, ao corresponder com a defesa da tarde a um remate frontal de Carlitos, no segundo lance mais perigoso dos visitantes em todo o encontro.

O outro foi protagonizado por Rui Lima, aos 50 minutos, num livre direto. A gerir o resultado, o Aves podia ter evitado os calafrios finais se Pedro Pereira, aos 73 minutos, não tivesse acertado no ferro da baliza de João Pinho, após lance de contra-ataque iniciado por Leandro na direita, na mesma jogada em que Jaime Poulsen também podia ter marcado.

Com este triunfo, o Aves ascendeu provisoriamente ao 11.º lugar, com 32 pontos, enquanto a Oliveirense mantém o último lugar, com 18, e poderá perder terreno para os adversários diretos (o Atlético, com os mesmos oito pontos, recebe no domingo o Benfica B e o Santa Clara, 20.º, com 20, defronta nos Açores o União).

Jogo no Estádio do Clube Desportivo das Aves, na Vila das Aves.
Desportivo das Aves - Oliveirense, 1-0.
Ao intervalo: 1-0. 
Marcadores: 1-0, Vasco Rocha, 42'.

Equipas:
Aves: Quim, Leandro, Romaric, Rafael, Vasco Matos, Grosso (Tito, 66), Luís Manuel, Pedro Pereira, Vasco Rocha, Fábio Martins (Renato Santos, 85) e João Paulo Ribeiro (Jaime Poulsen, 46). (Suplentes: Ricardo, Miguel Vieira, Tito, Rúben Neves, Renato Santos, Jaime Poulsen e Andrew). 
Treinador: Fernando Valente.
Oliveirense: João Pinho, Carela, Godinho, Banjai, Paulinho (Zé Sousa, 83), Alphonse, Hélder Silva (Oliveira, 65), Rui Lima, João Paulo (Ely, 46), Carlitos e Guima. (Suplentes: Mamadu, Steven, Zé Sousa, Nuno Sousa, Oliveira, Ely e Guimarães). 
Treinador: Artur Marques.

Árbitro: Pedro Ferreira (Braga).
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Paulinho (76), Zé Sousa (90+2) e Jaime Poulsen (90+2).
Assistência: Cerca de 800 espetadores.

Ligações:

quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

TRÊS BAIXAS PARA RECEÇÃO À OLIVEIRENSE

Jorge Ribeiro (castigado), Rui Faria e Luís Sousa (lesionados) ficam fora das contas do treinador Fernando Valente.

O Aves joga no sábado, recebendo a Oliveirense, em partida da 23.ª jornada da Liga 2.

Ligações:

sábado, 21 de dezembro de 2013

U. MADEIRA - D. AVES, 1-0, 22º JORNADA

Um golo de Hugo Morais deu este sábado a vitória ao U. Madeira na receção ao D. Aves, por 1-0, em jogo da 22.ª jornada da Segunda Liga, disputado no Estádio de Machico.

Os madeirenses voltaram a vencer a formação da Vila das Aves, tal como tinha ocorrido na primeira volta (2-0), e ascenderam ao nono lugar, agora com 32 pontos, mais três do que o adversário de hoje.

Não obstante, nos primeiros minutos, o União da Madeira sentiu enormes dificuldades para travar o fluxo ofensivo do conjunto visitante, que poderia mesmo ter-se adiantado no marcador, logo no segundo minuto, num cabeceamento de Vasco Rocha, que foi defendido por Pedro Trigueira.

Contudo, com o passar dos minutos, os unionistas foram equilibrando os acontecimentos e, aos 11 minutos, Miguel Fidalgo esteve muito perto de marcar, valendo uma defesa, com os pés, de Quim.

A partida estava aberta, com ambas as equipas a praticarem um futebol atrativo, tendo o perigo rondado ambas as balizas, com Arthuro (14 e 26 minutos) em especial evidência e num remate de Vasco Rocha (16). Aos 40 minutos, Quim mostrou todos os seus recursos, ao defender um livre de Arthuro que levava o caminho do golo.

Nos instantes finais foram os madeirenses a ganhar algum ascendente, embora sem qualquer efeito prático.

A segunda metade não poderia ter começado melhor para os madeirenses, com Hugo Morais, aos 49, a marcar, num de 30 metros, que não deixou hipóteses de defesa a Quim. O Desportivo das Aves respondeu aos 57 minutos, João Paulo surgiu isolado, mas não conseguiu superar a oposição de Pedro Trigueira.

Até ao final, os visitantes tentaram tudo para chegar, pelo menos, à igualdade, mas a coesão e concentração do União da Madeira evitou tais intenções.

Jogo no Estádio Municipal de Machico, em Machico. 
União da Madeira - Desportivo das Aves, 1-0.
Ao intervalo: 0-0
Marcador: 1-0, Hugo Morais, 49 minutos.

Equipas:
União da Madeira: Pedro Trigueira, Carlos Manuel, Ginho, Zarabi, Delmiro, Ávalos, Hugo Morais (Zé Vítor, 75), Rúben Andrade, Adilson (Bocar Djumo, 83), Miguel Fidalgo (Tony, 90+1) e Arthuro. (Suplentes: José Manuel, Tony, Micael Babo, Roberto, Bocar Djumo, Tiago Costa e Zé Vítor). 
Treinador: José Barros.
Desportivo das Aves: Quim, Leandro, Miguel Vieira, Romaric, Jorge Ribeiro, Diogo Pires (Rúben Neves, 75), Luís Manuel, Pedro Pereira, Jaime Poulson, Vasco Rocha (Fábio Martins, 84) e João Paulo (Andrew, 67). (Suplentes: Ricardo Moura, Rúben Neves, Andrew, Filipe, Vasco Matos, Rafael e Fábio Martins). Treinador: Fernando Valente.

Árbitro: Jorge Sousa (Porto) 
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Jorge Ribeiro (72). Cartão vermelho direto para Delmiro (90).
Assistência: Cerca de 350 espectadores

Ligações:

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

JOSÉ VIEIRA E FC FAMALICÃO RESCINDEM POR MÚTUO ACORDO

A Direção do Futebol Clube de Famalicão comunica oficialmente a rescisão de contrato desportivo com o treinador da equipa principal de futebol, José Vieira, esta manhã, por mútuo acordo.

O ex jogador e dirigente já não é treinador do FC Famalicão

Uma decisão amigável, com efeitos imediatos, na sequência do pedido de demissão de José Vieira, aceite pela Direção do Famalicão.

O Clube Famalicense enaltece as grandes qualidades humanas e profissionais de José Vieira, agradecendo-lhe todo o trabalho e dedicação, e desejando-lhe as maiores felicidades para o futuro desportivo.

Ligações:

domingo, 15 de dezembro de 2013

AC. VISEU - D. AVES, 3-0 . 21º JORNADA

O Académico de Viseu regressou este domingo às vitórias na 2.ª Liga, ao vencer em casa o Desportivo das Aves por 3-0, na 21.ª jornada, e deu mais um passo na fuga aos lugares incómodos da classificação.

Cafú, Bruno Loureiro e Zé Rui marcaram para os viseenses, num jogo em que a equipa orientada por Filipe Moreira fez uso dos aspetos em que é mais forte: segurança defensiva e jogo pelas laterais, com cruzamentos perigosos.

Luisinho voltou a estar em grande e Cafú, de regresso ao onze, após ausência nos Açores, confirmou o seu estatuto de melhor marcador da equipa. Após um início de jogo repartido, o Académico de Viseu começou a criar oportunidades e acabou por marcar aos 15 minutos, com Cafú a corresponder a um cruzamento de Marco Lança.

Voltariam a marcar os viseenses, aos 24 minutos, por Bruno Loureiro. Um golo que deu tranquilidade ao Académico, perante um Aves que procurou reentrar na discussão do resultado, mas foi incapaz de bater Ricardo Janota.

Na segunda parte, o Académico continuou a mandar no jogo e a criar muitas situações de perigo, enquanto o Aves, sem nada a perder, apostou no ataque e acabou por desguarnecer a defesa no que seria aproveitado pelos viseenses para fechar o resultado, com um golo de Zé Rui, aos 65 minutos.

Até ao final, o Académico de Viseu poderia ainda ter dilatado a vantagem, o que seria algo injusto para o Desportivo das Aves, que tudo fez para não sair do Fontelo em branco.

Jogo no Estádio Municipal do Fontelo, em Viseu.
Académico de Viseu-Desportivo das Aves, 3-0
Ao intervalo: 2-0.
Marcadores: 1-0, Cafu, 15'. 2-0, Bruno Loureiro, 24'. 3-0, Zé Rui, 65'.

Equipas:
Académico de Viseu: Ricardo Janota, Tiago Gonçalves, Tiago Rosa (Tomé, 46'), Cláudio, Marco Lança, Ibraima, Bruno Loureiro (João Alves, 68'), João Martins, Luisinho, Zé Rui e Cafú (Diogo Alves, 77'). Suplentes: Hélder Godinho, Leonel, Diogo Alves, Tomé, Paulo Monteiro, Lourenço e João Alves.
Treinador: Filipe Moreira.
Aves: Quim, Filipe Sousa, Romaric, Miguel Vieira, Jorge Ribeiro, Tito (Andrew, 63'), Vasco Rocha, Grosso (Vasco Matos, 76'), João Paulo, Fábio Martins (Rúben, 69') e Jaime Poulson. 
Suplentes: Ricardo, Rúben, Andrew, Valente, Vasco Matos, Diogo Pires e João Paulo.
Treinador: Fernando Valente.

Árbitro: Cosme Machado (Braga).
Ação disciplinar: cartão amarelo para João Paulo (13'), Jaime Poulson (36'), Grosso (44'), Toti (49'), Bruno Loureiro (57'), Tomé (60') e Fábio Martins (63').
Assistência: Cerca de 600 espectadores.

Ligações:

quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

AVES DE REGRESSO ÀS VITÓRIAS

C.D.Aves 1 - 0 Tondela
(63' Vasco Rocha)

Um golo de Vasco Rocha, aos 63 minutos, garantiu esta quarta-feira ao Aves a vitória (1-0) na receção ao Tondela, que perdeu terreno para os primeiros lugares da II Liga, num jogo da 20.ª jornada.

Num embate de domínio repartido, mas disputado num ritmo lento e sem grandes ideias, de parte a parte, os locais foram, ainda assim, quem protagonizou os lances mais perigosos, acabando por justificar o triunfo.

Com um remate de fora da área, Jaime Poulsen, aos 27 minutos, ficou perto de inaugurar o marcador, e Vasco Rocha, cinco minutos depois, recebeu no peito um centro de Fábio Martins da direita e também quase festejou, com um pontapé acrobático.

O Tondela, com outras aspirações no campeonato, tinha mais domínio, mas muito pouco proveito e só por uma vez ameaçou verdadeiramente a baliza de Quim, num cabeceamento de Boubacar, um dos melhores da formação viseense, após canto da direita.

O encontro parecia "condenado" ao empate, quando Vasco Rocha, melhor em campo, foi concluir na pequena área um lance que iniciou no meio-campo, recargando com êxito um primeiro remate de Fábio Martins da esquerda.

A formação orientada por Álvaro Magalhães, que ficou reduzida a 10 por expulsão de Deyvison aos 87 minutos, após uma entrada ríspida sobre Tito, nunca desistiu de chegar à igualdade, mas faltou-lhe ideias e arte e seriam os locais, já nos descontos, a desperdiçar o segundo, num remate de Rúben Neves defendido por Cláudio Ramos.

Com esta vitória, após dois resultados negativos, o Aves ascendeu ao 11.º lugar, agora com 29 pontos, enquanto o Tondela caiu provisoriamente para oitavo, com os mesmos 32.

Jogo no Estádio do Clube Desportivo das Aves, na Vila das Aves.

Aves-Tondela, 1-0.

Ao intervalo: 0-0.

Marcador: 1-0, Vasco Rocha, 63 minutos.

Equipas:

Aves: Quim, Leandro, Romaric, Miguel Vieira, Jorge Ribeiro, Tito, Grosso (Rúben Neves, 79), Vasco Rocha, Pedro Pereira, Fábio Martins (João Paulo Ribeiro, 73) e Jaime Poulsen (Vasco Matos, 90+4). (Suplentes: Ricardo, João Paulo Gomes, Rúben Neves, Jorginho, Vasco Matos, João Paulo Ribeiro e Andrew).

Treinador: Fernando Valente.

Tondela: Cláudio Ramos, Edson, Palmeira, Deyvison, João Vicente, Fábio Pacheco (Márcio Sousa, 82), Boubacar, Robson (Calé, 55), Evandro Brandão, Pedro Araújo (Piojo, 67) e Tozé Marreco. (Suplentes: Armando, Pedrosa, Pica, Márcio Sousa, Jô, Piojo e Calé).

Treinador: Álvaro Magalhães.

Árbitro: Carlos Xistra (Castelo Branco).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Palmeira (39), Leandro (50), Tito (54), Grosso (61) e Pedro Pereira (82). Cartão vermelho direto para Deyvison (87).

Assistência: Cerca de 300 espetadores. 
Ligações:
zerozero - Ficha de Jogo
LPFP - Ficha de Jogo

domingo, 8 de dezembro de 2013

SP. COVILHÃ - D. AVES, 2-0

Dois golos de Forbes deram este domingo ao Sporting da Covilhã uma vitória em casa sobre o Desportivo das Aves, por 2-0, a segunda consecutiva na 2.ª Liga, em jogo da 19.ª jornada.

O Aves entrou melhor no jogo e Poulson, por duas vezes, ambas assistido por Jorge Ribeiro, assustou. Edgar, de cabeça, respondeu, mas Quim defendeu junto ao vértice da baliza.

Ao minuto 21, o Sporting da Covilhã chegou à vantagem. Edgar cruzou e Forbes, à boca da baliza, só teve de encostar o pé. O golo galvanizou os serranos, que passaram a dominar totalmente o jogo, com um futebol apoiado, muita posse de bola, pressão alta e ataques sucessivos.

Gui e Carlos Manuel deram trabalho à defensiva forasteira. Ao minuto 36, Carlos Manuel rematou em zona frontal, mas o experiente Quim defendeu com o pé direito, para canto. Passados dois minutos, Forbes atirou a rasar o poste e, pouco depois, Carlos Manuel tentou o chapéu a Quim, sem sucesso.

Os jogadores do Aves, sempre que possível, rematavam de longe, a tentar surpreender Igor, mas só por uma vez criaram perigo, num lance de Jorge Ribeiro, que obrigou Igor a defender com os punhos.

A segunda parte pautou-se por um maior equilíbrio, embora as melhores ocasiões tenham pertencido aos leões da serra, que ampliaram a vantagem aos 73 minutos, novamente por Forbes. Um minuto antes, numa jogada com Gui, o guineense já tinha atirado a rasar o poste. Desta vez ganhou a bola, avançou em velocidade, pressionado por Romaric, e meteu a bola por baixo das pernas do guardião visitante. Com o Aves incapaz de reagir, estava fixado o resultado final, que coloca o Covilhã a três pontos do líder da tabela, o Portimonense.

Jogo no Complexo Desportivo da Covilhã.
Sporting da Covilhã-Desportivo das Aves, 2-0
Ao intervalo: 1-0
Marcadores: 1-0, Forbes, 21'. 2-0, Forbes, 73'.

Equipas:
Sporting da Covilhã: Igor, Tiago Lopes, Rocha, Edgar, Joel, Massaia, Carlos Manuel (Paulico, 82'), Tiago Martins, Gilberto, Gui (Tiazi, 85'), Forbes (Lucas, 90'+1). 
Suplentes: Samuel, Jota, Paulico, Tianzi, Cheng, Báta e Lucas.
Treinador: Francisco Chaló.
Desportivo das Aves: Quim, Leandro, Romaric, Rafael, Jorge Ribeiro, Grosso, Tito (João Paulo Ferreira, 75'), Vasco Matos (Andrew, 70'), Pedro Pereira, Vasco Rocha, Jaime Poulson (Fábio Martins, 80'). Suplentes: Ricardo, Andrew, João Paulo, Renato, Diogo Pires, João Paulo Gomes, Fábio Martins.
Treinador: Fernando Valente.

Árbitro: Rui Silva (Vila Real).
Ação disciplinar: Cartão amarelo a Leandro (45'+3), Tito (46'), Pedro Pereira (67'), Massaia (77'), Vasco Rocha (87').
Assistência: 800 espectadores.


Ligações:

domingo, 1 de dezembro de 2013

DERROTA EM CASA...

C.D.Aves 0 - 2 G.D.Chaves


"O Chaves venceu no terreno do Aves, por 2-0, mantendo-se sem perder há cinco jogos, com os golos a surgirem nos últimos cinco minutos do jogo da 18.ª jornada da II Liga. Luís Pinto inaugurou o marcador aos 85 minutos, de cabeça, beneficiando de um desvio ao primeiro poste, e Kuca, aos 90, confirmou a vitória dos flavienses, num lance de contra-ataque, após uma intervenção deficiente do defesa local João Paulo Gomes.

Com esta vitória, o Chaves ascendeu ao 13.º lugar, com 25 pontos, menos um do que o Desportivo das Aves, que caiu para o 10.º e desperdiçou uma oportunidade de se aproximar dos lugares cimeiros da classificação.

Num jogo sem grandes oportunidades de golo, os locais apresentaram melhor futebol e um jogo coletivo mais trabalhado, face a uma equipa compacta, mas com problemas nos processos ofensivos e que viveu, quase sempre, de iniciativas individuais. Apesar do domínio, o Aves raramente incomodou Paulo Ribeiro, com exceção a um cabeceamento, na pequena área, de Rafael à figura de Paulo Ribeiro, aos 19 minutos, e voltou a acusar dificuldades nos últimos 25 metros para ultrapassar adversários que jogam fechados.

Mais satisfeitos com o empate, os flavienses, que tinham atirado uma bola ao travessão, por Kuca, aos 58 minutos, aproveitando uma confusão na área, acabaram por ser mais felizes e levaram para casa os três pontos, aproveitando o adiantamento final dos locais, na tentativa de chegarem à vantagem.

Jogo no Estádio do Clube Desportivo das Aves, na Vila das Aves

Aves-Chaves, 0-2

Ao intervalo: 0-0

Marcadores: 0-1, Luís Pinto, 85 minutos. 0-2, Kuca, 90

- Aves: Quim, Leandro, João Paulo Gomes, Rafael (João Paulo Ribeiro, 87), Jorge Ribeiro, Tito, Grosso (Rúben Neves, 82), Pedro Pereira, Fábio Martins (Andrew, 67), Vasco Rocha e Jaime Poulsen

Suplentes: Ricardo, Romaric, Luís Manuel, Rúben Neves, Renato Santos, João Paulo Ribeiro e Andrew

Treinador: Fernando Valente

- Chaves: Paulo Ribeiro, Sagna, Bura, Ricardo Chaves, João Góis, João Fernandes, Bruno Magalhães (Ricardo Rocha, 90+1), Sérgio Organista (Clayton, 72), Luís Carlos (Luís Pinto, 56), Kuca e Barry

Suplentes: Nuno Dias, Laranjeiro, Ricardo Rocha, Clayton, Luís Pinto, Clemente e Éder Díez

Treinador: Quim Machado

Árbitro: Paulo Baptista (Portalegre)

Ação disciplinar: Cartão amarelo para João Fernandes (33), João Góis (41), Luís Carlos (45), Rafael (56), Ricardo Chaves (75) e Quim (77)"

Assistência: Cerca de 800 espetadores.

Ligações:
LPFP - Ficha de Jogo
zerozero - Ficha de Jogo

quarta-feira, 27 de novembro de 2013

VITÓRIA EM CASA DO MOREIRENSE!

Moreirense 0 - 2 C.D.Aves

Foto retirada do Site ABola

O Desportivo das Aves venceu, por 2-0, em casa do Moreirense, que perdeu pela primeira vez em Moreira de Cónegos, na 17.ª jornada da 2.ª Liga, num jogo em que os locais acabaram com nove jogadores.

Com golos de Vasco Rocha, aos 46 minutos, e de Andrew, aos 73, e perante um Moreirense reduzido a nove por expulsão de Ricardo Nascimento (33) e de Filipe Melo (71), não foi difícil ao Desportivo das Aves conquistar a quarta vitória consecutiva frente aos vimaranenses, que procuravam regressar às vitórias, após três empates fora de casa.

A saber de antemão que ganhando reconquistava a liderança da 2.ª Liga, já que os dois adversários diretos haviam perdido (o Portimonense por 3-0 em casa do Tondela e o Penafiel por 1-0 em Viseu) o Moreirense entrou em jogo nervoso, evidenciando dificuldades em "furar" entre a muralha defensiva do Desportivo das Aves.

Face ao encontro anterior, o treinador Vítor Oliveira apostou nas entradas de Marafona, Filipe Melo e Pires. Tito foi a única alteração de maior monta operada pelo técnico do Aves, Fernando Valente. Não estava a ser fácil para os vimaranenses acertarem com o caminho da baliza visitante. Os avenses mostravam-se mais pragmáticos e organizados.

As dificuldades dos locais aumentaram ao minuto 36 com a expulsão de Ricardo Nascimento, que rasteirou Jaime Poulsen quando este seguia isolado em direção à baliza dos minhotos. Antes do intervalo, mas já na compensação, o golo dos visitantes acabou mesmo por surgir por intermédio de Vasco Rocha, que desviou com sucesso ao primeiro poste, após passe de Jorge Ribeiro.

Na segunda parte, o Moreirense entrou disposto a dar a volta ao resultado e Pires teve mesmo uma flagrante oportunidade com um cabeceamento que Quim já defendeu em esforço (58 minutos).

Mas as aspirações dos vimaranenses acabaram mesmo por cair por terra em apenas três minutos. Primeiro foi Filipe Melo a ser expulso na sequência de um lance confuso que envolveu Pedro Pereira, que acabou no chão, mas ficaram dúvidas sobre se existiu falta dura ou agressão (71).

Depois, o segundo golo do Aves, com assinatura de Andrew, ao minuto 73, naquela que foi a primeira e única oportunidade dos visitantes no segundo tempo. Uma diferença de dois golos e uma desvantagem de duas unidades em campo fizeram com que fosse quase impossível ao clube da casa reverter a situação a seu favor.

Jogo no Campo de Jogos Joaquim de Almeida Freitas, em Moreira de Cónegos.

 Ao intervalo: 0-1.

Marcadores: 0-1, Vasco Rocha, 45+1 minutos. 0-2, Andrew, 73 minutos.

Moreirense: Marafona, André Simões, Stephane Madeira, Ricardo Nascimento, Florent, Filipe Melo, Tarcísio, Diogo Cunha (Idris, 37), André Carvalhas (Tiago Borges, 61), Wagner (Márcio Madeira, 79) e Pires.
(Suplentes: Ferreira, Tiago Borges, Márcio Madeira, Mendy, Elízio, Idris e Miguelito).
Treinador: Vítor Oliveira.

Desportivo das Aves: Quim, Leandro, João Paulo, Rafael, Jorge Ribeiro, Vasco Rocha, Grosso, Tito (Luís Manuel, 77), Pedro Pereira, Fábio Martins (Renato Reis, 80) e Jaime Poulsen (Andrew, 70).
(Suplentes: Ricardo Moura, Rúben, Andrew, Renato Reis, Romaric, Jorginho e Luís Manuel).
Treinador: Fernando Valente. Árbitro: Hélder Malheiro (Santarém).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para João Paulo (29), Grosso (45), Florent (48), Tito (64), Tiago Borges (70), Wagner (71) e Stephane Madeira (90+1). Cartão Vermelho direto para Ricardo Nascimento (33) e Filipe Melo (71).

Assistência: Cerca de 800 espetadores.

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

MÁRIO FIGUEIREDO, NO ANIVERSÁRIO DO DESPORTIVO, CONFIRMA ALARGAMENTO DA LIGA DE HONRA

Mário Figueiredo confirmou novo alargamento na Liga de Honra

"O presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional, Mário Figueiredo, marcou ontem presença na Quinta do Rio, a pretexto da celebração do 83.º aniversário do Desportivo das Aves. À margem do evento, o dirigente aproveitou a ocasião para confirmar o alargamento da Liga 2 de 22 para 24 clubes a partir da próxima época.

As declarações de Mário Figueiredo corroboram, assim, o formato já aprovado em junho, que molda a competição para a temporada 2014/2015. Em junho último, a celebração de um protocolo entre a Liga e a Federação Portuguesa de Futebol previa a divisão da Liga 2 em duas zonas: Norte e Sul, com 12 equipas em cada." - ABOLA

Ligações:
ABOLA - Alargamento para 24 clubes e 2 zonas vai mesmo avançar

JOÃO PAULO PRETENDIDO PELO BELENENSES

in Jornal O Jogo (Edição em papel de 25-11-2013):

"João Paulo pode ser reforço do Belenenses em janeiro. O defesa central que representa o Aves pela segunda época consecutiva tem sido atentamente seguido pelos azuis do Restelo, que já terão feito a primeira abordagem para concretizar a transferência na reabertura de mercado. Com 24 anos,  João Paulo tem 1.89 metros e foi titular em nove dos 16 jogos do Aves na II Liga."

João Paulo frente ao Tirsense no jogo da Taça de Portugal da época passada.

Ligações:

sábado, 23 de novembro de 2013

16ª JORNADA: VITÓRIA TRANQUILA FRENTE AO MARÍTIMO B

"O Desportivo das Aves recebeu e venceu este sábado tranquilamente o Marítimo B por 2-0, alcançando o quarto triunfo consecutivo da época, em jogo antecipado da 16.ª jornada da Segunda Liga. Pedro Pereira inaugurou o marcador para os locais aos sete minutos, na transformação de uma grande penalidade, somando o quinto golo no campeonato, e Jaime Poulsen fez o segundo, aos 56, ao emendar um centro de Jorge Ribeiro da esquerda, estabelecendo o resultado final.

O Aves justificou o triunfo, num jogo morno, e beneficiou de uma entrada forte, com José Sá, logo aos dois minutos, a negar o golo a Jaime Poulsen, que substituiu João Paulo Ribeiro (lesionou-se no aquecimento), cinco minutos antes de Teng Lei, inadvertidamente, ter carregado em falta Grosso na área dos madeirenses. Pedro Pereira converteu a respetiva grande penalidade e deixou o Aves na frente do marcador, diante um adversário com bons executantes, mas que demorou a entrar no jogo.

Aos 30 minutos, numa fase mais equilibrada, Luís Manuel facilitou no passe no meio-campo do Aves e permitiu um contra-ataque rápido do Marítimo só interrompido em falta à entrada da área, segundo Olegário Benquerença, apesar de ter ficado a ideia de que a infração foi cometida no seu interior. A formação insular regressou do intervalo com Armando e Filipe Oliveira em campo, por troca com o "desastrado" Teng Lei e o "apagado" Kukula, mas seria o Aves, aos 56 minutos, num dos melhores lances do encontro, a fixar o resultado final, por Jaime Poulsen, após centro de Jorge Ribeiro, um dos melhores em campo. Alcançada uma vantagem tranquila, o Aves tentou gerir o resultado e permitiu que os insulares, por Jorge Chula, aos 60 e 63 minutos, ficassem perto de reduzir.

Com este triunfo, o quarto consecutivo (três para a Segunda Liga e um para a Taça de Portugal), o Aves ascendeu provisoriamente ao 10.º lugar, com 23 pontos, logo atrás do Marítimo B, nono, com 24." - RECORD

Jogo no Estádio do Clube Desportivo das Aves, na Vila das Aves.

Aves-Marítimo B, 2-0.

Ao intervalo: 1-0.

Marcadores: 1-0, Pedro Pereira, 7 minutos (grande penalidade). 2-0, Jaime Poulsen, 56.

Equipas:

Aves: Quim, Leandro, João Paulo Gomes, Rafael, Jorge Ribeiro, Grosso, Luís Manuel (Tito, 59), Pedro Pereira (Renato Reis, 67), Fábio Martins (Andrew, 78), Vasco Rocha e Jaime Poulsen.

Suplentes: Ricardo, Romaric, Tito, Rúben, Renato Reis, Valente e Andrew.

Treinador: Fernando Valente.

Marítimo B: José Sá, Tiago, Teng Lei (Armando, 46), Ricardo Alves, Luís Olim, Fábio Santos, Nuno Rocha, Amar, Edivândio, Jorge Chula (Alemão, 76) e Kukula (Filipe Oliveira, 46).

Suplentes: Rui Vieira, Armando, Filipe Oliveira, Luís Miguel, Alemão, Fábio Abreu e Carlos Daniel.

Treinador: Ivo Vieira.

Árbitro: Olegário Benquerença (Leiria).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Luís Olim (28), Grosso (30), Fábio Santos (68) e Nuno Rocha (73).

Assistência: Cerca de 500 espetadores.

Ligações:

TAÇA DE PORTUGAL: SORTEIO DOS OITAVOS DE FINAL

Desportivo reencontrará o Paços de Ferreira

FC Paços de Ferreira (I) - CD AVES (II)
Rio Ave FC (I) - Vitória FC (I)
FC Porto (I) - Atlético CP (II)
Marítimo (I) - FC Penafiel (II)
Vencedor do jogo SC Beira-Mar (II)/CD Feirense (II) - Ass. Académica de Coimbra (I)
Vencedor do jogo SC Covilhã (II)/Leixões (II) - Estoril-Praia (I)
SC Braga (I) - FC Arouca (I)
SL Benfica (I) - Gil Vicente FC (I)

Ligações:
FPF - Taça de Portugal - Destinos Revelados

domingo, 17 de novembro de 2013

A BOLA JÁ ROLA NO COMPLEXO DA FORMAÇÃO!

Fotos do Blog formacaocdaves.blogspot.pt







AVES SEGUE PARA OS OITAVOS

Fafe 1 - 2 C.D.Aves
(68' Vasco Rocha)
(78' João Paulo Gomes)
(90'+3' Carneiro)

Fotografia: Miguel Pereira, Global Imagens

in Record Online:

"O Desportivo das Aves, da Segunda Liga, qualificou-se este domingo para os oitavos de final da Taça de Portugal, ao vencer no reduto do secundário Fafe por 2-1, em encontro da quarta eliminatória. O experiente defesa Jorge Ribeiro foi a figura do encontro, ao fazer as assistências para os golos do Aves: centrou da esquerda para os desvios de Vasco Rocha, aos 68, e de João Paulo Gomes, aos 78, numa altura em que o Fafe, que reduziu nos descontos por Carneiro, jogava com 10 elementos, por expulsão do defesa direito Raviola.

A expulsão por acumulação de cartões amarelos facilitou a tarefa do Aves, depois de uma primeira parte com ligeiro ascendente dos locais, animados por ainda não terem qualquer derrota em jogos oficiais. Com mais um elemento em campo e outra frescura física, a formação orientada por Fernando Valente, que promoveu cinco alterações em relação ao "onze" habitual do Aves, foi empurrando o Fafe para a sua grande área e acabou por marcar dois golos e justificar o triunfo. O Fafe, com nove jogadores da formação na equipa inicial, anotou o merecido tento de honra, no último dos três minutos de descontos, aos 90+3, num livre direto de Carneiro, um golo ainda assim insuficiente para as aspirações da equipa que lidera a Série A do Campeonato Nacional de Seniores. "

Jorge Ribeiro fez duas assistências. (Foto: Record Online)
Jogo no Parque Municipal de Desportos, em Fafe.
Fafe-Aves, 1-2.

Ao intervalo: 0-0.

Marcadores: 0-1, Vasco Rocha, 68 minutos. 0-2, João Paulo Gomes, 78. 1-2, Carneiro, 90+3.

Equipas
Fafe-C.D.Aves
Pedro Freitas Ricardo
Raviola Leandro
Xavi Rafael
João Leite Jorge Ribeiro
Carneiro João Paulo Gomes
André Luis Manuel
João Nogueira (Abdul, '71) Grosso (Tito, '83)
Silvestre (Zé Brochado, '79) Vasco Rocha
Gil Valente (Pedro Pereira, '61)
Ferrinho João Paulo Ribeiro (Jaime Poulsen, '79)
Filipe (Tiago, '60) Renato Santos
Suplentes Suplentes
Marçal Rui Faria
Primo Romaric
Vasco Cruz Tito
Castro Pedro Pereira
Tiago Jaime Poulsen
Zé Brochado Andrew
Abdul Fábio Martins
T: Agostinho Bento T: Fernando Valente


Árbitro: Tiago Martins (Lisboa).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Valente (26), Raviola (36 e 57), João Nogueira (40), Grosso (53), Pedro Freitas (57) e André (63). Cartão vermelho por acumulação de amarelos para Raviola (57).

Assistência: cerca de 2.000 espectadores.

Ligações:
zerozero - Ficha de Jogo

sábado, 16 de novembro de 2013

FAFE x CD AVES: BILHETES A 5 EUROS

"O jogo referente à IV eliminatória da Taça de Portugal, entre a A. D. Fafe e o C. D. Aves inicialmente marcado para o dia 9 de Novembro, ficou adiado para o dia 17 (Domingo), às 14h00, por acordo entre os dois clubes. Recorde-se que nesse fim de semana, não estão programados jogos oficiais, devido à participação da Seleção Nacional, no play-off de acesso ao Mundial-2014. O preço dos bilhetes são de 5€ para os sócios dos dois clubes, Bancada Central a 10€ e Superior Central a 7€." - SITE OFICIAL AD FAFE

Ligações:
AD FAFE - Site Oficial

TAÇA DE PORTUGAL: ADVERSÁRIO DO DESPORTIVO AINDA NÃO PERDEU ESTA TEMPORADA

"No próximo domingo, 17 de novembro, o Fafe receberá o Desportivo das Aves com um registo invicto. A formação orientada por Agostinho Bento é a única equipa portuguesa nos campeonatos nacionais que ainda não conheceu o sabor da derrota em qualquer competição.

Apesar de o balneário da equipa do distrito de Braga assumir claramente uma postura realista, a confiança para manter esta série invicta é grande. O Futebol 365 falou com o treinador fafense, Agostinho Bento, e com o defesa-esquerdo João Carneiro. Ambos mostraram vontade em derrotar o Desportivo das Aves, mas sem grande interesse em exponenciar o percurso invicto construído: porque o feitiço poderá virar-se contra o feiticeiro.

«Estou muito feliz por não ter perdido qualquer jogo, mas temos de contextualizar esta situação e perceber em que competições estamos envolvidos em comparação com outras equipas. A invencibilidade pode tornar-se numa faca de dois gumes: uma motivação para nós e um fator de aviso para os adversários», notou o técnico Agostinho Bento, que, apesar de ocupar o primeiro lugar no grupo A do Campeonato Nacional de Seniores, mantém expetativas moderadas em relação a uma possível promoção à Liga2 Cabovisão.

«Temos de contextualizar a nossa série. Calhamos no Grupo A, com um conjunto de equipas mais acessíveis do que, por exemplo, aquilo que acontece no Grupo B. Por isso, nesta primeira fase, queremos ficar num dos dois primeiros lugares. Se conseguirmos uma vaga na ‘poule’ de subida, depois tentaremos superar as nossas expetativas», acrescentou.

De resto, Agostinho Bento parece com uma grande esperança em eliminar o Desportivo das Aves, na quarta eliminatória da Taça de Portugal e apurar-se para os oitavos-de-final. «Sinceramente, tenho uma fé muito grande de eliminar o Desp. Aves. Irá ser um jogo equilibrado e o ‘fator casa’ poderá fazer a diferença», concluiu o ‘mister’ dos fafenses.

João Carneiro: «O mais importante é sempre o próximo jogo»

Tal como o seu treinador, o defesa-esquerdo João Carneiro, que no último defeso esteve na rota de emblemas de divisões superiores, não perde muito tempo a matutar na série invicta do Fafe. «Não pensamos muito nisso. O mais importante é sempre o próximo jogo e sair de cada partida com a consciência tranquila. Mas, olhando para o que tem sido feito, claro que fico orgulhoso», notou o jogador fafense.

Em relação à partida com o Desp. Aves, João Carneiro mostrou bastante respeito pela equipa orientada por Fernando Valente. «É um clube com alguma História e de um nível superior ao nosso. Atravessam uma boa fase. Contudo, os adeptos podem ter a certeza que o Fafe vai deixar uma excelente imagem. Jogaremos em casa e temos que aproveitar esse fator. Para nos ganhar, o Desportivo das Aves vai ter que correr e lutar muito mais do que nós», finalizou João Carneiro, entrevistado pelo Futebol 365.

A receção do Fafe ao Desportivo das Aves está marcada para domingo, 17 de novembro, a partir das 14 horas. Veremos se os fafenses serão mais um dos poucos ‘tomba-gigantes' que têm aparecido na corrente edição da Taça de Portugal. Afinal, como diz o ditado popular, ‘com Fafe ninguém fanfe!’." - FUTEBOL365

Ligações:

sexta-feira, 15 de novembro de 2013

JOGO AMIGÁVEL

Vitoria (4-1) sobre o Tirsense, em jogo treino; Miguel Vieira, Jorginho e Leandro marcaram.

Fonte:
Record: Edição em papel 15/11/2013

quinta-feira, 14 de novembro de 2013

VASCO MATOS LESIONADO

Vasco Matos ainda não será opção para os próximos jogos. O extremo sofreu um rotura muscular nos gémeos da perna direita e fica parado, no mínimo, mais duas semanas.

Vasco Matos
Fonte:
Record: Edição em papel de 14/11/2013

QUIM SOBRE FERNANDO VALENTE

" É o meu atual treinador. É a primeira vez que treina uma equipa profissional, e o que tenho visto é que é um técnico que gosta de jogar bom futebol e, neste escalão, há poucas equipas a desejarem o mesmo. O que temos visto é equipas a jogarem no erro, e ele quer ganhar a jogar bom futebol, mas isso é complicado. O que interessa são os 3 pontos, mas as coisas têm vindo a melhorar. "

Fernando Valente

Fonte:
Record : Edição em papel de 14/11/2013

domingo, 10 de novembro de 2013

VITÓRIA NOS AÇORES

Santa Clara 1 - 2 C.D.Aves
in Record Online via Lusa:

O Aves foi este domingo vencer ao terreno do Santa Clara por 2-1, em jogo da 15.ª jornada da Segunda Liga. Apesar de ter dominado a primeira parte do jogo, a equipa visitante não conseguiu materializar em golos o seu maior ascendente e qualidade de jogo imposto ao Santa Clara. Foi contudo, a turma açoriana a inaugurar o marcador, aos 57 minutos, por Mike, para seis minutos após surgir o empate através do jogador do Aves Rafael.

Pedro Pereira viria a marcar o segundo tento do Aves aos 72 minutos, fechando assim o marcador num jogo em que o visitante foi superior ao Santa Clara.

Jogo no Estádio de São Miguel, em Ponta Delgada

Santa Clara-Aves, 1-2

Ao intervalo: 0-0

Marcadores: 0-1, Mike, 56 minutos. 1-1, Rafael, 62. 1-2, Pedro Pereira, 72.

Equipas

Santa Clara: Serginho, Paulo Arantes, Miguel Lourenço, Accioly, Igor, Seiddiki, Mike, Minhoca, João Ventura (Pedro Cervantes, 46), Hugo Santos (Lucas Sousa, 77) e Tiago Leonço (João Pedro, 46).

Suplentes: João Botelho, Pedro Cervantes, Lucas Sousa, JP, Ruizinho, Diogo Moniz e João Pedro.

Treinador: Carlos Condeço.

Aves: Quim, Leandro, Rafael, João Pedro, Fábio Martins (Renato, 75), Luís Manuel, Vasco Rocha, Grosso (Rúben, 89), Pedro Pereira, Fábio Martins e João Paulo (Andrew, 70).

Suplentes: Rui Faria, Ruben, Andrew, Renato, Valente, Miguel Vieira e Jorginho

Treinador: Fernando Valente.

Árbitro: Hugo Miguel (Lisboa)

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Seidikki (50), Accioly (83), Grosso (83), Renato (84) e Luís Manuel (90+1).

Ligações:
zerozero - Ficha de Jogo
Liga2 Cabovisão - Ficha de Jogo
Record - Santa Clara-Aves, 1-2: Golos só no segundo tempo

terça-feira, 5 de novembro de 2013

RAFAEL SOFREU ENTORSE NO TORNOZELO

O central Rafael sofreu uma entorse no tornozelo esquerdo e será reavaliado hoje. O técnico Fernando Valente já não conta com Romaric, expulso no ultimo jogo.

Rafael foi substituído no ultimo encontro devido a lesão

Fonte:
Record : Edição em papel de 05-11-2013

sábado, 2 de novembro de 2013

REGRESSO ÀS VITÓRIAS FRENTE AO LEIXÕES

"O Desportivo das Aves recebeu e venceu este sábado o Leixões por 1-0, conquistando com mérito o quarto triunfo na II Liga, num jogo da 13.ª jornada sem grandes oportunidades e com final polémico.

Os locais, que tiveram mais posse de bola e foram a única equipa a procurar a vitória, colocaram-se em vantagem aos 67 minutos, por João Paulo Gomes, e viram Moreira, aos 87, desperdiçar uma grande penalidade, com um remate sobre a barra, num lance que incendiou os ânimos.

O Leixões procurava desesperadamente o empate e, num lance de insistência, Fábio Zola, à queima-roupa, rematou contra Romaric, mas Artur Soares Dias considerou mão na bola e exibiu-lhe o segundo amarelo, minutos depois de nada ter assinalado na área do Leixões, num lance menos duvidoso sobre Pedro Pereira.

O Aves aguentou a pressão final dos forasteiros e conquistou um triunfo que fez por merecer, passando a somar 17 pontos, menos um do que o Leixões, ambos em zona de segurança.

A formação orientada por Fernando Valente entrou forte no jogo e obrigou o Leixões a defender junto da sua área, como podia, numa estratégia favorecida pelo recuo de Vasco Rocha, colocado como distribuidor, e a entrada de Fábio Martins, um extremo puro, que veio dar largura ao ataque.

Fábio Martins, aos dois minutos, ainda assustou Jorge Baptista, de cabeça, na sequência de um canto da direita, no lance de ataque mais perigoso dos locais em toda a primeira parte. O Leixões não conseguia pegar no jogo e só de bola parada ameaçou a baliza de Quim: Cadinha, aos 28 minutos, levou a bola ao travessão de livre direto.

O Aves manteve o domínio na segunda parte e chegou ao merecido golo aos 67 minutos, por João Paulo Gomes, em campo desde os 37 por lesão de Rafael, a desviar ao segundo poste um livre de Jorge Ribeiro da esquerda, com responsabilidades defensivas do Leixões.

A partir daqui, os forasteiros tentaram subir as linhas e chegar ao empate, evitando a quinta derrota no campeonato, mas o Aves soube sofrer e garantir uma preciosa vitória, após duas derrotas consecutivas.

Jogo no Estádio do Clube Desportivo das Aves, na Vila das Aves.

Desportivo das Aves - Leixões, 1-0.

Ao intervalo: 0-0.

Marcador:

1-0, João Paulo Gomes, 67 minutos.

Equipas:

- Desportivo das Aves: Quim, Leandro, Romaric, Rafael (João Paulo Gomes, 37), Jorge Ribeiro, Tito, Vasco Rocha, Pedro Pereira, Fábio Martins, Jaime Poulsen (Luís Manuel, 78) e João Paulo Ribeiro (Andrew, 68).

(Suplentes: Rui Faria, João Paulo Gomes, Luís Manuel, Rúben Neves, Renato Santos, Vasco Matos e Andrew).

Treinador: Fernando Valente.

- Leixões: Jorge Baptista, João Viana, Nuno Silva, Materazzi, João Pedro, Anderson (João Novais, 79), Cadinha, Rúben Saldanha, Moreira, Rui Coentrão (Fábio Zola, 69) e Anderson Grafite (Mailó, 66).

(Suplentes: Chastre, Zé Pedro, João Novais, Pedro Tavares, Rui Cardoso, Fábio Zola e Mailó).

Treinador: Pedro Correia.

Árbitro: Artur Soares Dias (Porto).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Anderson (18), Romaric (42 e 86), Jaime Poulsen (59), Jorge Ribeiro (64), Cadinha (67), Tito (75) e Pedro Pereira (82). Cartão vermelho por acumulação de amarelos para Romaric (86). Cartão vermelho direto para Jaime Poulsen, no banco (89).

Assistência: Cerca de 700 espectadores.

Ligações:

RECINTO DESPORTIVO APROVADO

Ligações:
AF PORTO - Circular nº86

FAFE - AVES ADIADO

O encontro Fafe-Aves, referente à 4.ª eliminatória da Taça de Portugal, foi adiado para o dia 17 (domingo), às 14h30, por acordo entre os dois clubes. 

Inicialmente, o jogo estava agendado para dia 9.

Ligações:

domingo, 27 de outubro de 2013

DERROTA EM PORTIMÃO AGRAVA CRISE DE RESULTADOS

Um golo solitário de Kanazaki, apontado na primeira parte, deu este domingo a vitória ao Portimonense na receção ao Desportivo das Aves, 1-0, em encontro da 12.ª jornada da Segunda Liga, disputado em Portimão.

O único tento da partida que permitiu aos algarvios somar a sétima vitória da temporada foi apontado, aos 33 minutos, pelo avançado japonês Kanazaki.

Numa partida em que ambos os conjuntos dividiram o domínio pelas duas metades do encontro, coube ao Desportivo das Aves a primeira oportunidade para abrir o marcador, na sequência de um livre cobrado por Jorge Ribeiro, cujo remate foi desviado com dificuldade pelo guarda-redes algarvio.

Apesar de controlarem o jogo, o que aconteceu durante a primeira parte, os "pupilos" de Lázaro Oliveira só aos 20 minutos é que conseguiram construir a primeira oportunidade, mas Vítor Moreno, isolado, foi incapaz de ultrapassar o guarda-redes Quim.

Depois de um período de maior pendor ofensivo, o Portimonense abriu o marcador, aos 33 minutos, por intermédio Kanazaki, que finalizou de cabeça uma jogada iniciada por Zambujo e assistido por Ricardo Pessoa.

No segundo tempo, o Desportivo das Aves mostrou maior disposição ofensiva, mais pressionante sobre o adversário e disposto a dar a volta ao marcador, assumindo o controlo do jogo, o que obrigou o Portimonense a recuar e a defender perto da sua área.

Apesar de ter comandado toda a segunda parte e das várias oportunidades para dar a volta ao marcador - Jaime Poulson, aos 56 e 58 minutos, João Paulo (81 e 86) e Vasco Rocha (89), o Desportivo das Aves foi incapaz de evitar a derrota, perante um Portimonense rendido e apenas preocupado a defender a vantagem mínima.

Jogo no Estádio Municipal de Portimão.
Portimonense - Desportivo das Aves, 1-0.
Ao intervalo: 1-0.
Marcador:
1-0, Kanazaki, 33 minutos.

Equipas:
- Portimonense: Márcio Ramos, Ricardo Pessoa, Rui Correia, Ivo Nicolau, Nelsinho, Ricardo Alves, Vítor Moreno, Zambujo (Anderson, 90), Mica, Quinaz (Gonzalez, 78) e Kanazaki (Luís Pedro, 85).
(Suplentes: Ricardo Ferreira, Gonzalez, Landinho, Anderson, Luís Pedro, Hugo Gomes e Teo).
Treinador: Lázaro Oliveira.
- Desportivo das Aves: Quim, Leandro, Diogo Pires (Andrew, 46), João Paulo Gomes, Romaric, Jorge Ribeiro, Tito, Ruben (Renato, 70), Pedro Pereira (João Paulo, 78), Vasco Rocha e Jaime Poulsen.
(Suplentes: Rui Faria, Andrew, João Paulo, Renato, Miguel Vieira, Fábio Martins e Luís Manuel).
Treinador: Fernando Valente.

Árbitro: Manuel Mota (Braga).
Ação disciplinar: Cartão amarelo para João Paulo Gomes (19), Nelsinho (27), Zambujo (59), Ricardo Alves (75), Rui Correia (79), Gonzalez (84) e Jorge Ribeiro (90+2).
Assistência: Cerca de 800 espectadores.

Ligações:

quinta-feira, 24 de outubro de 2013

4ª ELIMINATÓRIA DA TAÇA DE PORTUGAL, FAFE - AVES

O sorteio da 4.ª eliminatória da Taça de Portugal, realizado esta quinta-feira na sede da Federação Portuguesa de Futebol, ditou nova deslocação, desta vez ao Parque Nacional dos Desportos para defrontar o Fafe. O Fafe disputa a serie A do campeonato nacional de seniores e neste momento encontra-se em 3º lugar com 12 pontos.

A eliminatória está marcada para o fim de semana de 9/10 de Novembro.

Ligações:

AVES - PENAFIEL, 0-1 VÍTOR BRUNO RESOLVEU CEDO

O Penafiel venceu no terreno do Desportivo das Aves, por 1-0, aproveitando um erro defensivo para somar o quinto triunfo na II Liga de futebol, num fraco jogo da 11.ª jornada.

Fernando Valente só ganhou 2 dos 8 jogos disputados em Vila das Aves

O único golo do encontro foi marcado aos 12 minutos, por Vítor Bruno, com um remate de trivela, à entrada da área, num lance aparentemente inofensivo em que o defesa João Paulo Gomes falhou o corte e isolou o médio penafidelense. Com este resultado, o Penafiel ascendeu ao quinto lugar, com 20 pontos, menos um do que os líderes Marítimo B e FC Porto B, enquanto o Aves caiu para o 13.º lugar, com 14.

O Penafiel foi uma equipa cínica e deu a iniciativa de jogo ao Aves, limitando as ações ofensivas a um irreverente Rafael Lopes, mas os locais raramente conseguiram criar lances de perigo junto da baliza de Coelho. A exceção, no primeiro tempo, foi um cabeceamento de Pedro Pereira à figura do guarda-redes penafidelense, aos 41 minutos. A pressão de ter de correr atrás do golo oferecido perturbou o Aves e deu mais força a um Penafiel coeso, que jogou com as linhas próximas e soube sofrer na defesa de uma vantagem que o experiente Ferreira e o avançado Rafael Lopes, aos 35 e 45 minutos, respetivamente, quase ampliaram.

Na segunda parte, o Aves intensificou a pressão, chegou a encostar o Penafiel à sua grande área, mas o melhor que conseguiu foi assustar Coelho: Andrew, aos 64 minutos, rematou duas vezes na mesma jogada, mas a bola encontrou sempre um adversário no caminho e "morreu" nas mãos do guarda-redes penafidelense. No último lance de um jogo mal dirigido por Bruno Esteves, sem interferência no resultado, mas em claro prejuízo dos locais, Jorge Ribeiro bateu por cima um livre frontal.

Jogo no Estádio do Clube Desportivo das Aves, na Vila das Aves
Aves-Penafiel, 0-1
Marcador: 0-1, Vítor Bruno, 12 minutos.

Equipas: 
Desportivo das Aves: Quim, Leandro (Diogo Pires, 86), João Paulo Gomes, Romaric, Jorge Ribeiro, Tito, Ruben (Fábio Martins, 67), Pedro Pereira (João Paulo, 77), Vasco Rocha, Jaime Poulsen e Andrew
Suplentes: Ricardo, Rafael, Luís Manuel, Jorginho, Diogo Pires, Fábio Martins e João Paulo
Treinador: Fernando Valente
Penafiel: Coelho, Dani, Pedro Santos, Pedro Ribeiro, João Pedro, Ferreira, André Fontes, Vítor Bruno (Romeu Ribeiro, 80), Gabi (José Coelho, 88), Aldair (Ivan Santos, 71) e Rafael Lopes
Suplentes: Nuno Santos, Nelson Sampaio, Ivan Santos, Romeu Ribeiro, José Coelho, Guedes e Paulo Roberto
Treinador: Miguel Leal

Árbitro: Bruno Esteves (Setúbal)
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Leandro (38), Dani (42), Quim (69), João Pedro (83) e Fábio Martins (85)
Assistência: Cerca de 800 espetadores.

Ligações:

terça-feira, 22 de outubro de 2013

AVES - PENAFIEL, LIGA 2 CABOVISÃO - JORNADA 11

Aves - Penafiel

Data: 23 de Outubro de 2013 ás 16 horas
Estádio: Estádio do Clube Desportivo das Aves
Arbitro : Bruno Esteves
Tv: Sem transmissão

Últimos três confrontos entre as duas equipas para a liga :
Aves 2 - 2 Penafiel 2ª Liga 12/13
Aves 2 - 0 Penafiel 2ª Liga 11/12
Aves 0 - 1 Penafiel 2ª Liga 10/11

Últimos 3 jogos do Aves e Penafiel para a Liga 2 Cabovisão :
Aves 4 - 1 Trofense               Atlético 0 - 0 Penafiel
Beira-Mar 1 - 1 Aves             Portimonense 2 - 1 Penafiel
Aves 1 - 1 Braga B                 Penafiel 3 - 0 Leixões

Classificação das duas equipas :
                              P       J       V       E       D       GM       GS
6 - Penafiel          17      10      4       5        1         9            3
12 - Aves             14       11     3       5        3         10          9

Fonte : Zerozero

sábado, 19 de outubro de 2013

AVES VENCE E AVANÇA PARA A RONDA SEGUINTE

Taça de Portugal 2013/14 - 3ª Eliminatória
Aljustrelense 0 - 1 C.D.Aves
(golo de Pedro Pereira)
"O Desportivo das Aves, da 2.ª Liga, venceu fora o Aljustrelense, líder da primeira divisão do Campeonato Distrital de Beja, por 1-0, garantindo a passagem à quarta eliminatória da Taça de Portugal.

Nos primeiros 20 minutos do jogo da terceira eliminatória da competição, o Aljustrelense resistiu bem à pressão do Desportivo das Aves, mas não conseguiu evitar que o visitante inaugurasse o marcador, aos 26, por intermédio de Pedro Pereira.

Aos 37 minutos, o Aljustrelense, através de um cabeceamento de Marcos Santos, na sequência de um pontapé de canto batido por Nelson Raposo, quase marcou, mas Rui Faria defendeu.

Logo no início da segunda parte, aos 47 minutos, os anfitriões voltaram a ameaçar a baliza contrária, com um remate de pé esquerdo batido por Nelson Raposo, mas, mais uma vez, o guarda-redes contrário levou a melhor.

Aos 54 minutos, numa falta de atenção da defesa do Aljustrelense, o Aves quase marcou o segundo golo, por intermédio de Andrew, que, sozinho na pequena área, fez um cabeceamento ligeiro, ao lado a baliza da equipa alentejana.

Ao longo da segunda parte, o Aljustrelense ameaçou, várias vezes, chegar à igualdade, tendo as melhores oportunidades de golo surgido aos 82 minutos, com um forte remate de Adão Silva ligeiramente por cima da baliza do Aves, e, aos 90+2 minutos, com um remate de Nélson Raposo ao lado.

O Aljustrelense não conseguiu, assim, evitar a primeira derrota da temporada e o adeus à Taça de Portugal de futebol.

Jogo no Estádio Municipal de Aljustrel.
Aljustrelense - Desportivo Aves, 0-1.
Ao intervalo: 0-1.
Marcador: 0-1, Pedro Pereira, 26 minutos.


AlJUSTRELENSE: Fábio Reis, Nuno Martins, Nuno Alves, Rui Pirralho (Williams Tchanas, 46), Nelson Raposo, Carlos Estebainha, João Nabor, Bruno Conduto (Diamantino Conceição, 74), Adão Silva, Marcos Santos e Paulo Serrão.
Suplentes: Miguel Cruz, Daniel Correia, Rui Pepe, Tiago Lopes e José Feio.
Treinador: Vítor Rodrigues.

DESP. AVES: Rui Faria, Luizinho (Luís Manuel, 81), Tito, Pedro Pereira (Vasco Rocha, 65), Andrew, Romaric, Jorge Ribeiro, Jaime Poulsen (Renato, 72), Diogo Pires, Jorginho e João Paulo. Suplentes: Ricardo, Grosso, Rafael, Fábio Martins e Luís Manuel.
Treinador: Fernando Valente. Árbitro: Bruno Paixão (Setúbal).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Rui Pirralho (03), Diogo Pires (33), Carlos Estebainha (45) e Nuno Martins (66).
Assistência
: Cerca de 1.000 espectadores."

Ligações:
Record - Aljustrelense-Aves, 0-1: Adeus à Taça na primeira derrota da época

domingo, 13 de outubro de 2013

DESPORTIVO EMPATA NA RECEPÇÃO AO SC BRAGA B (1-1)


"Um golo de Andrew, aos 79 minutos, garantiu este domingo um merecido empate ao Desportivo das Aves na receção ao Sporting de Braga B (1-1), em encontro antecipado da 14.ª jornada da Segunda Liga O avançado brasileiro do Aves respondeu ao tento inaugural dos bracarenses, apontado Patrão, aos 44 minutos, num jogo de domínio repartido e bastante disputado.

A formação orientada por José Alberto Costa entrou forte no jogo e, perante a apatia dos locais, fez o suficiente para chegar ao intervalo com uma vantagem superior ao tento de Patrão, que soube aproveitar um momento de desconcentração da defesa contrária para bater Quim. O antigo internacional luso já tinha sido decisivo aos 19 minutos, a segurar um remate de Welthon, de livre, e mais tarde, aos 30, um cabeceamento de Diogo Ribeiro.

O Aves, sem perder qualquer jogo no campeonato pela quinta jornada consecutiva, só se mostrou nos descontos do primeiro tempo, num remate de Jorge Ribeiro que Kritciuk defendeu a dois tempos. Este lance promissor teve continuidade na segunda parte, cujo domínio pertenceu quase por inteiro aos locais, face a um Braga mais contido e a explorar o contra-ataque: Erivaldo, aos 68 minutos, viu o inevitável Quim negar-lhe o golo. O brasileiro Andrew esteve em evidência depois, ao levar a bola ao ferro da baliza do guarda-redes russo do Braga B e ao marcar, aos 79 minutos, quando, entre os dois centrais, deu a melhor sequência ao centro de Jorge Ribeiro, da esquerda.

O encontro ganhou intensidade no final, com a formação da casa balanceada no ataque em busca da vitória, mas Kritciuk e a defesa bracarense seguraram o empate, o seu segundo consecutivo. Com este resultado, Aves e Braga B passaram a somar 14 pontos e continuam a meio da tabela." - RECORD

Jogo no Estádio do Clube Desportivo das Aves, na Vila das Aves.

Aves-Sp. Braga B, 1-1.

Ao intervalo: 0-1.

Marcadores: 0-1, Patrão, 44 minutos. 1-1, Andrew, 79.

Equipas

Aves: Quim, Leandro, João Paulo Gomes, Romaric, Jorge Ribeiro, Tito, Ruben (Diogo Pires, 70), Pedro Pereira (Fábio Martins, 87), Vasco Rocha, João Paulo Ribeiro (Jaime Poulsen, 65) e Andrew.

Suplentes: Rui Faria, Luizinho, Miguel Vieira, Luís Manuel, Diogo Pires, Fábio Martins e Jaime Poulsen.

Treinador: Fernando Valente.

Sporting de Braga B: Kritciuk, Tomás Dabó, Hugo Basto, Hebert, Núrio, Djibril, Nikiema (Xeka, 82), Patrão, Welthon (Erivaldo, 64), Kappel (Diogo Coelho, 71) e Diogo Ribeiro.

Suplentes: Pedro Cavadas, Diogo Coelho, Leandro Albano, Artur Jorge, Xeka, Chidi e Erivaldo.

Treinador: José Alberto Costa.

Árbitro: Jorge Sousa (Porto).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para João Paulo Gomes (17), Pedro Pereira (50), Tomás Dabó (90+2), Patrão (90+4) e Vasco Rocha (90+5).

Assistência: Cerca de 600 espetadores.

Ligações:

quarta-feira, 9 de outubro de 2013

BEIRA-MAR E AVES LEVAM UM PONTO CADA

in OJogo Online:

"Em Aveiro, a equipa da casa esteve na frente mas permitiu o empate, em jogo da 10ª jornada

Beira-Mar e Aves empataram a uma bola em jogo da 10. jornada da II Liga, que foi disputado no Estádio Municipal de Aveiro. A jogar em casa, a formação de Jorge Neves adiantou-se no marcador com um golo de André Sousa, mas não conseguiu segurar a vantagem, permitindo o empate da equipa das avense por Romaric no segundo tempo.

Com este resultado, o Aves segue na 10ª posição, com 13 pontos, falhando a oportunidade de garantir o terceiro triunfo consecutivo, enquanto o Beira-Mar ocupa o 18º lugar, com nove pontos, e somou o sexto empate na prova.

A equipa de Aveiro foi mais dominante na primeira parte e chegou à vantagem ao minuto 31, por intermédio de André Sousa, que surgiu isolado na área e diante do guardião Quim, não falhou e inaugurou o marcador.

Na segunda metade da partida foi a vez do Aves se superiorizar, criando mais jogadas ofensivas e destacando-se pela gestão da posse de bola. Ao minuto 64, Romaric, de cabeça, conseguiu "enganar" a defensiva aveirense e deu o melhor seguimento a um lance de Jorge Ribeiro, empatando as contas do jogo.

Romaric fez o empate de cabeça aos 64 minutos

Até ao final, ambos os treinadores procuraram os três pontos, mas a qualidade do futebol apresentado decresceu, com ambas as formações a acusarem algum desgaste físico."

Beira Mar-C.D.Aves
Rui Rêgo Quim
André Nogueira Leandro (C)
Luís Gustavo Romaric
Jaime Jorge Ribeiro
Daniel Martins João Paulo I
Hélder Tavares Tito
André Sousa (S: 87') Rúben Neves
Ricardo Dias Vasco Rocha
Willyan (S: 62') Pedro Pereira (S: 85')
Batatinha João Paulo II (S: 75')
Luiz Phellype (S: 75') Jaime Poulson (S: 45')
Suplentes Suplentes
Renato Rui Faria
Hugo Lopes Miguel Vieira
Ofori Luis Manuel (E: 85')
Afshin Andrew (E: 45')
Pité (E: 62') Renato
Tiago Cintra (E: 75') Vasco Matos
Nanu (E: 87') Fábio Martins (E: 75')
Jorge Neves Fernando Valente

Ligações:
OJogo - Beira-Mar e Aves levam um ponto cada
zerozero - Ficha de Jogo
Liga Portugal - Ficha de Jogo 

(Post Atualizado com Ficha de Jogo em 09/10/2013 22:56)