domingo, 11 de dezembro de 2011

AVES DEIXA FUGIR A VITÓRIA EM PORTIMÃO


O Portimonense e o Desportivo das Aves empataram 1-1, em encontro da 11.ª jornada da Liga Orangina, disputado no Estádio Municipal de Portimão.

Quinaz abriu o marcador para o Desportivo das Aves, aos 13 minutos, ao aproveitar um desentendimento entre Ricardo Nunes e o guarda-redes Ivo, tendo Ben Traoré marcado aos 69 o tento que evitou a derrota dos algarvios.

A equipa orientada por Paulo Fonseca entrou no jogo a pressionar e o avançado Pires esteve perto de marcar na primeira investida à baliza da turma algarvia, mas o remate acertou na base do poste da baliza de Ivo.

O Portimonense só aos 12 minutos conseguiu "sacudir" a pressão atacante do Aves e sair do seu meio campo. Ricardo Pessoa ganhou espaço na direita e assistiu Simi, mas o avançado acabou por ver o remate desviado pela defesa forasteira.

Na sequência do pontapé de canto, a bola foi travada com o braço por Romeu dentro da área, lance que não foi sancionado pelo árbitro Pedro Proença, tendo Nelson Pedroso, pontapeado longo para a corrida de Quinaz, que aproveitou o desentendimento entre Ricardo Nunes e o guarda-redes Ivo para colocar o Aves em vantagem.

O Portimonense entrou na segunda parte com outra dinâmica atacante, tendo construído nos cinco minutos após o recomeço oportunidades de golo para virar o resultado a seu favor. Sérgio Organista, Simi e Ben Traoré, isolados, falharam, com remates ao lado da baliza de Marafona.

O golo do empate acabou por surgir, aos 69 minutos, numa jogada confusa na área do Desportivo das Aves, tendo o remate de Traoré levado a bola a tabelar em vários jogadores antes de surpreender o guarda-redes Marafona.

Até ao final, couberam ao Portimonense as melhores situações de golo, mas Simi e Traoré foram incapazes de desfeitear o guarda-redes do Aves, que evitou assim que a sua equipa saísse derrotada de Portimão.

Jogo no Estádio Municipal de Portimão

Portimonense: Ivo, Ricardo Pessoa, Eliezio, Ruben Fernandes, Ricardo Nunes, Ben Traoré, Sérgio Organista (Jonas, 86), Semedo, Fabrício (Vítor, 75), Rafa (Felipe Miranda, 66) e Simi.

Desportivo das Aves: Marafona, Geraldes, Tiago Valente, João Pedro, Nelson Pedroso, Romeu, Quinaz (Pedro Pereira, 64), Tito, Pedro Cervantes (Bischoff, 72), Vasco Matos e Pires (Dally, 90+3).

Árbitro: Pedro Proença (Lisboa).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Fabrício (32), Ben Traoré (34), Tito (49), João Pedro (52), Ricardo Nunes (55), Geraldes (72), Marafona (85) e Bischoff (89).

Assistência: cerca de 1.500 pessoas.

6 comentários:

Anónimo disse...

soma 14 e nao 13 pontos...

fabioteixeira disse...

http://www.santotirsodigital.net/2011/12/11/um-ponto-ganho-em-casa-alheia/

fabioteixeira disse...

futsal----> http://www.santotirsodigital.net/2011/12/11/mau-de-mais-para-ser-verdade/

Anónimo disse...

Considero este blog , bom e util para os debates sobre a vida avensse.Mas solicitava um bocado de cuidado com o que transcrevem,e passo a explicar:
esta cornica do record é ,mentirosa facciosa,pois não fala de 3 lances na segunda parte, Pedro Cervantes isolado premite defesa do guarda redes,Pires remata e um defesa corta sobre a linha de golo e na recarga Pedro Pereira permite um segundo corte do mesmo defesa sobre a linha de golo,Pedro Pereira sozinho remata guarda resdes defende bola vai a barra e vai para canto.Se falo é porque estive presente e vi com os meus olhos sem facciosismo.
è verdade que tivemos sorte em alguns lances, por tal o resultado ajusta-se.
o lance do Pedro Cervantes o resultado estava em 1-0 para o AVES,poderia ai ter matado o jogo.
sabemos muito bem e a muitos anos que quando vamos ao algarve estes "JORNALEIROS" locais falam sempre contra as equipes adversarias,a culpa é dos diretores de jornais que os mantem.
Força Aves.

Joao Ferreira disse...

sem duvida, aliás eu nao sei se eles tiveram mais oportunidades de golo mas as mais flagrantes sao nossas, e mais o futebol deles foi todo aos trambolhoes assim como o golo, estou de acordo o resultado ajusta-se mas no meu ponto de vista a ganhar alguem era o aves!!!

Anónimo disse...

Como já foi dito aqui, a crónica ao jogo não é fiel. Nos próximos jogos acho que devem fazer uma crónica independente, se para isso precisarem que eu transmita ou vos indique os lances e ocorrencias capitais do jogo, disponham.

Tiago Sampaio